E a reforma ficou no limbo…

Bem a quanto tempo não escrevo…

A verdade é que a reforma ficou parada no limbo das nossas mentes.  kkk

Primeiramente por que estamos pagando as dividas da reforma e de outras coisinhas mais.

O banheiro aindaa está sem prateleiras no box, ainda sem espelho e vai continuar assim por alguns meses.

Porquê??????

Bem por que resolvemos aumentar a família, não não, mude a mente de foco, não engravidei, nem pense nisso! A família aumentou com uma nova peluda na área.

Merida, uma cadelinha da raça Cairn Terrier, que parece um furacãozinho e vem destruindo meus moveis e lembra dos meus sonhados rodapés altos e brancos, então ela já andou mordiscando eles.

Mas amamos ela mesmo assim e logo ela cresce e as bagunças diminuem.

Nesse meio tempo as pessoas me perguntam, ou melhor afirmam “nossa dois cachorros no apartamento, desse ser muito difícil.”

Bem eu escrevo a essas pessoas e também as outras que podem vir me fazer a mesma afirmação:

Na verdade cães não são difíceis, pessoas são difíceis, sim eles roem, não eles não fazem suas necessidades fisiológicas pela casa toda, a Merida com apenas 3 meses já faz suas ticacas nos lugares certos, foi só seguir o lugar que ela queria colocar o banheiro dela lá e pronto, nada de xixis e cocos pela casa., não minha casa não tem cheiro de cachorro, já entrei em casas sem cachorro que eram fedidas, com cheiro de inhaca acumulada, enquanto raramente minha casa fica cheirando cachorro. Quando os tutores são educados os cães aprendem a trilhar o mesmo caminho da educação, pois quando se decide ter um cachorro é uma obrigação que nem todos seguem ler muito sobre adestramento, cuidados com a raça se for de raça, se não for de raça também precisará de cuidados.

Ouço muitos amigos falando que queriam ter um cão ou que o filho e a filha querem ter um, mas não tem porque dá trabalho. Sabe levantar da cama dá trabalho, arrumar a casa dá trabalho, lavar a roupa, a louça etc… dão trabalho, mas essas coisas não me recompensam com amor, como tenho uma criança em casa posso garantir que crianças dão mais trabalho que cães, é muito mais complexo educar um ser humano do que educar um cachorro. Eu acho valido uma criança ter o privilégio de ter contato com animais de estimação, eles ensinam um amor puro, sem medidas que todo ser humano deveria conhecer.

Sobre as raças das minhas peludas, a mais velha a Wendy com 9 anos é uma lhasa apso, uma cachorra tranquila que mais dorme do que brinca, caracterizada por ser um cachorro zen é uma raça ótima pra quem quer prejuízos menores na infância do cachorro, late pouco, a Wendy fez poucas artes quando era filhote, isso não quer dizer que ela não tenha aprontado nada.

A Merida como já disse é uma cairn terrier, uma raça ativa, muito carinhosa, bem apegada aos donos, gosta muito de brincar.

Porem quando se escolhe um cachorro de raça tem que se atentar a linhagem do cão, não pode ser qualquer cão, hoje existe muitas pessoas que cruzam seus cães sem atentar as características da raça onde o temperamento do cão pode se perder se a seleção não for bem feita, se quer um cão de raça se informe sobre a raça, só compre de bons criadores, procure indicação de quem tem um, estude o padrão no site da CBKC http://www.cbkc.com.br e não alimente canis de fundo de quintal que não se preocupam com o padrão e com o bem estar dos animais, visite o canil, busque sempre referencias, se for pra pagar por um cão sem padrão, sem garantia de temperamento, adote um SRD e faça uma boa ação.

 

12400917_940801312670263_1674352085949213419_n

Em breve um post sobre cozinha e a lavanderia!

Abraços e sintam-se em casa

Se não se preocuparem com pêlos em suas roupas

Kezia Cristina

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s